Twitter

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

07 - Lembranças


Demi on
Depois que eles foram embora, não pude evitar o enorme sorriso que surgiu em meu rosto. Havia adorado aquele beijo!... Mas então relembrei o motivo da minha tristeza e raiva. Não conseguia entender como uma mulher podia ser tão fria e repugnante. Se ela soubesse como é difícil à vida sem uma mãe, não teria feito isso com Sam.
Tudo isso me fez relembrar meu passado, de todos os momentos ruins.
__________Flashback__________
- desculpa papai... Eu não queria! Me desculpe... Eu não sei o que fazer. – chorava desesperada, havia acabado de chegar da casa do meu namorado, estava tudo fora do meu controle. Nunca havia sentido tanto medo em toda a minha vida.
- calma, pequena, papai tá aqui! Tudo vai se resolver.
Ele passou a noite comigo. Ele havia sido mais do que o melhor pai do mundo.
[...]
- não! Por favor, liguem pra ela, digam que estou precisando dela aqui, ela vira tenho certeza! – eu estava em uma maga. Lembro-me do branco extremante claro do hospital, o cheiro de dor, morte e sufoco que aquele lugar possuía... Meu corpo estava com sangue, meu braço tinha um osso exposto e sentia fortes dores no ventre... Mas o pior foi receber a noticia da morte da minha mãe. Eu há algumas horas havia sofrido um acidente de carro com minha mãe.
- pequena... Eu também não queria isso... Mas você terá que ser forte. – eu conseguia ver a tristeza nos olhos dele... Lagrimas teimavam para não cair dos olhos do meu pai, ele queria ser forte para mim, mas eu sabia, melhor do que ninguém, o quanto a morte dela estava o machucando. E de novo ele estava sendo mais do que o melhor pai do mundo.
[...]
- pare, pare com isto Demetria. – David, meu irmão mais velho, entrou no meu quarto exaltado, pois ele me viu com um estilete, e eu cortava meu próprio pulso... Aquela, com certeza, foi a pior fase da minha vida... Mutilava-me, bebia até cair no chão, todos os meus amigos haviam sumido e as drogas me faziam ficar mais doente a cada dia. O meu cabelo era opaco, sem brilho e caia aos montes, minha pele estava seca e sem vida, estava magra... Morrendo aos poucos.
- me deixe David... Quero morrer! Perdi minha mãe... Perdi o meu... – eu não consegui terminar a minha frase, doía lembra tudo aquilo. – perdi tudo!! – eu chorava desesperadamente.
- eu também perdi a minha mãe, não esqueça que ela também era minha! Dem, você é a minha pirralha! E eu te amo muito, eu e o papai, nós estamos aqui pra te amar por todo o mundo. Isso tudo vai passar.
Ele passou a noite comigo, dizendo que tudo ficaria bem e me consolando.
[...]
- não chore, eu vou realizar meu sonho! – sorri para ele.
- irei sentir tanto a sua falta filha! – meu pai chorava e soluçava no aeroporto de São Paulo. Mas ele, melhor do que qualquer um sabia que eu precisava dessa viagem.
- vai vim nos visitar, né pirralha?? – perguntou David
- Logico! Virei todos os anos, passar Natal e Ano Novo aqui.
- minha filha! Quero que você torne todos os seus sonhos reais, forme uma família, abra seu restaurante... Mas antes de tudo isso, viva intensamente... Quando encontrar um homem que faz teu coração bater mais rápido apenas se entregue querida, deixe que ele cuide de você. Já que não estarei por perto para fazer isso. – meu pai tinha lagrimas que teimavam em cair, sabia que tudo aquilo que falara lembrava a minha mãe.
- vou fazer isso papai. – eu o abracei forte.
- chamada par o voo 775 com destino a San Diego, portão de embarque 2.
- é o meu, tá na hora. – eu os abracei e segui para a minha nova vida.
__________Flashback__________
Lembro tão bem daqueles doloridos tempos, que ainda podia sentir as dores da minha perda. Eu tinha apenas 18 anos quando tudo aconteceu. Minha vida havia ficado de cabeça para baixo de uma hora para outra.
Tais lembranças fizeram-me subir ao meu quarto e pegar uma pequena caixa, que já não abria fazia anos. Lá tinha fotos de vários momentos do meu passado.
Estavam todas espalhadas, em minha cama. Eu as olhava e pareciam moverem-se, contando todos os fatos que ocorreram quando foram tiradas. Lembrava-me cada detalhe, de todas. Mas havia uma... Já estava amarelada, com pequenos buracos, feitos pelas traças, mal se dava para ver as pessoas da fotografia... Mas eu sabia muito bem quem eram. Eu e Sterling. Aquela foto tinha sido tirada no nosso aniversario de três anos de namoro, antes de tudo acontecer. Na foto ele abraçava-me por trás, nossas mãos estavam entrelaçadas sobre minha cintura, estávamos em um jardim, eu era tão feliz, mas aquilo me lembrou da pior noite da minha vida.
__________Flashback__________
- Ster, eu não sei o que fazer! – falei chorando... Tinha medo de tudo aquilo, estava desesperada.
- meu amor... Por que... Porque não fazermos... O que... O que a Tif sugeriu?? – ele gaguejava, pois sabia que eu não concordaria com aquilo nunca.
- NÃO!! Tudo menos isto. Eu não vou o fazer!! – exaltei-me um pouco com sua sugestão, confesso que também me surpreendi.
Ele me sentou no sofá branco de couro que tinha em seu quarto, ajoelhou-se na minha frente e pegou minhas mãos. Assim eu via seu olhar e ele parecia tão frio e repugnante. – pense Demi... Ainda somos novos, temos muito que viver e realizar nossos sonhos... Agora tão é hora para isso, vai acabar com tudo que planejamos.
- você não o quer, não é?? – lagrimas silenciosas, saíram dos meus olhos compulsivamente, eu não gritei. Não fiquei histérica. Olhei fundo em seus olhos. Ele não precisou falar nada, pois eu já sabia sua resposta. O homem que pensei me amar estava abandonando-me justo no momento em que tanto precisei dele... Lembro-me da sensação, eu não sentia o sofá em que estava sentada, se estivesse em pé teria caído, meu coração parecia esta sendo esmagado por suas mãos, mas na verdade era seu olhar que fazia isso. Sentia raiva dele... Medo, insegurança e sozinha. Minha raiva não apenas dele, também era de mim, sentia raiva de mim mesma por ter acreditado que ele seria o homem da minha vida. Havia sido tão tola.
- ótimo Ster!! Acabou! O nosso namoro acabou.
Não corri, apenas andei ate a porta, com a esperança de que ele, no ultimo estante, gritaria meu nome, viria ate mim, me beijaria e diria que me amava e ficaria comigo, mas essa esperança era vaga, estupida. Talvez eu fosse estupida por achar que ele faria exatamente como nos filmes românticos. Ora, era tão tola! Ele não vez absolutamente nada, simplesmente ficou sentado vendo-me ir embora, nem ao menos sussurrou um “adeus”... Naquela noite chorei como uma criança que perde seu primeiro cachorro, ou como, na realidade, uma adolescente apaixonada e abandonada.
__________Flashback__________
Meu rosto estava encharcado pelas lagrimas que caiam cruelmente dos meus olhos, lembrar-me daqueles fatos me doíam tanto...
Quando olhei de relance pra um lugar vi uma foto, da qual eu não lembrava, ela estava no mesmo estado da outra, mas nessa havia mais pessoas. Era a foto da minha formatura. Havia nela pessoas que já não via há anos, outras que via de vez em quando... Mas o que me chamou atenção foi uma bela loira de cabelos cacheados e olhos azuis. Taylor.
__________Flashback__________
- Demi... – chamou-me Bridgti – quero que conheça a minha irmã! Taylor essa é a Demi – Brid falou apontando pra uma loira de olhos azuis, o sorriso dela era lindo. Ela tinha uma pele alva, que dava um brilho intenso aos seus olhos azuis, os mesmos tinham uma cor de mar, isso... Os olhos dela lembravam o mar. Linda. Essa era a definição de Taylor. – Demi essa é a Taylor.
- prazer Taylor – a cumprimentei com um aperto de mão.
- prazer Demi. A Brid fala muito de você!
- espero que seja de bem.
Lembro que conversei mito com ela e tempo depois éramos intimas, mas alguns anos depois eu vim para San Francisco.
__________Flashback__________
Aquele nome, o rosto, a discrição feita por Joe, ficaram em minha cabeça e surgiu uma duvida: será que a Taylor, irmã de Bridgti, era a mesma Taylor mão de Sam?? Lembro que a Taylor que conheci não era tão fria, era uma mulher alegra, tinha sonhos, na época não tinha nenhum namorado, ou se tinha não o mencionava, mas elas tinham algo em comum: eram modelos. Eu não conseguiria ficar com essa duvida, então resolvi ligar para Selena que tinha o numero de Brid, elas de vez em quando se falavam.
####Ligação####
- alô. – com certeza Sel estava dormindo.
- que é Demetria?? – e mal humorada.
- Sel, você ainda tem o numero da Brid??
- eu não acredito!! Você me liga de 00:30 pra me pedir o numero da Bri??
- foi – falei com um pouco de medo, ela sempre fica de mau humor quando a acordavam.
- ah Demetria, vá se fuder! Amanhã eu procuro a porra do numero, agora me deixe dormir e você deveria fazer o mesmo.
Devo dizer que ela desligou na minha cara??
####Ligação####
Mas que vadia!! Eu só queria a porcaria de um numero. Eu não conseguiria dormir com essa duvida.
Olhe pra os retratos em minha cama e de novo um chamou minha atenção. Na verdade não era bem um a foto, era uma folha. Um cronograma, que eu e minha mãe havíamos feito. Estiquei-me um pouco para poder pega-lo, a folha estava frágil, tinha que ter o máximo cuidado, abri-a lentamente, ela estava como todas as fotos: amarelada e com pequenos furos, mas tinha rasuras em algumas das dobras. Dentro tinha uma lista cujo objetivo era guiar-me caso mamãe morresse, alguns itens já haviam sido riscados, ou seja, eu já os havia cumprido. Havia apenas um item. Eu ainda não havia o cumprido.
__________Flashback__________
- mãe, se um dia a senhora não estiver mais comigo?? – eu perguntei a minha mãe, que estava sentada em um a cadeira de balanço. Nós estávamos na casa de campo da família, lembro-me da bela vista da praia. Era por do sol, as gaivotas voavam e cantavam, tinha arbustos com flores perto da casa, era outono a visão mais linda de toda minha vida.
- querida, terá seu pai e o David. – ela estava com um manto cobrindo suas pernas, eu estava sentada ao seu lado em uma pequena cadeira, que fazia conjunto com uma linda mesinha de mármore.
- mas a senhora sempre ta comigo, como vou ficar sem você pra mim guiar? – eu tinha apenas 8 anos, e a ideia de perder a minha mãe me aterrorizava. Esse medo todo vinha da recente descoberta do câncer que mamãe teve. Naquela época David tinha 11 anos e chora todas as noites comigo.
- sabe? Querida... Quando sua avó morreu, agente fez um cronograma.
- o que é isso?
- é uma programação para sua vida, se a mamãe morre é só seguir o que está escrito e será feliz. – minha mãe sorriu doce como sempre fazia, ela me pôs no colo, eu peguei uma folha e uma canetinha.
- vamos.
Ela pegou a folha e desenhou a sua mão, onde vez pequenas linhas. – com 10 anos irá se apaixonar! – ela escreveu na primeira linha entre o dedão e anelar. – 11 anos será presidente do grêmio estudantil. – rabiscou a segunda linha, um pouco a ciam da outra. – 15 anos dará seu primeiro beijo, será líder de torcida, e vai namora um cara legal, mas esse não será o cara certo para você, é apenas uma experiência. – mais um rabisco a cima do anterior. – 16 tomara seu primeiro porre... – mais um, como os outros a cima do anterior. – e seu segundo namorado esse será o mais maduro e te ensinará sobre o desejo do homem e da mulher. Com 18 o terceiro... – mas um rabisco – esse a terá por inteira, como mulher, não entre na faculdade com 18, aproveite a vida tenha experiências....
- experiência em que?
- quando tiver idade saberá, mas continuando: faça loucuras, viaje, conheça lugares, pessoas, faça tatuagens e só então com 20 entre na faculdade – outro rabisco – faça aquilo que goste e siga seus sonhos. 25 anos: o amor. O amor de verdade – o ultimo rabisco, o qual ainda não havia cumprindo. - quando encontra-lo ira formar uma família e seja feliz.
- mas se algo mudar??
- então apenas siga seu coração.
__________Flashback__________
Quando penso que poderia ter seguido aquele plano, que poderia ter evitado tudo que me aconteceu...
Eu tinha saudades dala. Ela venceu o câncer, mas quando eu tanto precisei ela morreu. Eu me sentia só, sem apoio, sem alguém especial pra me segurar caso caísse, pela primeira vez eu queria ter cumprido o ultimo item, queria um amor... Pela primeira vez aquela cama parecia gigantesca, me fazia ver que estou sozinha realmente... Queria que aquele espaço fosse preenchido por um corpo, um corpo másculo, alto,de cabelos negros e olhos castanhos, queria que aquele vazio fosse coberto por um homem. Joseph.
 Continua.....

Olá meninas descopem pela demora*-* Mas o cap ja ta ai e muitooooooooo obrigada pelos coments, achei todos muito lindo :3
Ja sabem 5 coments pra o proximo
Beijinhos :*              Respostas Aqui

16 comentários:

  1. Ta muito boa essa história...Posta mais!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owt Obrigada *---* que bom que vc ta gostando :)
      Eu vou tentar postar :*

      Excluir
  2. nhaaaaa, que lindo!!! *__* Posta loooogo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaaaaaa
      Desculpa a Demora :(
      Mas eu vou postar essa semana

      Excluir
  3. Lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo,perfeitooooooooo
    posta mais ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaaaaaaaa
      Mil desculpas por naum ter postado
      Mas posto essa semana

      Excluir
  4. Meu Deus PERFEITO demais ! Nossa bem que voce disse a historia da Demi é bem mais complicada do que voce disse ! Meu Deus como ela sofreu ! Enfim nao demora pra postar o outro ta ?! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoraaaaaaaa desculpas, desculpas, desculpas eu naum ter postado antes.
      Obrigadaaa, eu disse que a historia de Demi é complicada, é ela sofreu mto.
      Mas eu acho que posto essa semanda

      Excluir
  5. Socorro que lindo *O*
    Está muito emocionante..Chorei kkk
    Tadinha da Demi '-'
    Aguardo o próximo '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaa, serio que vc chorou??? Consegui fazer um cap emocionante ebaaaaaaaaaaa [dancinha esquisita, A bichinha da Demi sofre tanto :/ eu fui cruel com ela.
      Desculpaaaaaa a demora :*

      Excluir
  6. Felizmente, agora consegui comentar mais cedo.
    Adorei o capitulo! Está lindo como sempre.
    Posta logo.

    Bjs :)

    P.S - Posso te adicionar no Facebook?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaaaaaaaaaaaaa
      Desculpa a Demora amora, pode sim me adicionar no face :)
      Beijinhos :*

      Excluir
  7. Nova Seguidora \o/ Esta perfeito
    se quiseres podes comentar os meus blogs http://jeminelenacinderella.blogspot.pt/
    http://jemiamorparasempreforever.blogspot.pt/
    http://lovatoejonasbrothers.blogspot.pt/
    http://jemiloveforeverlove.blogspot.pt/

    Para quem quiser ser namorada do Joe Jonas e Demi Lovato como irmã venha a este blog, ele ainda é novo http://jonasbrothersanddemi.blogspot.pt/
    Espero que gostem
    Posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja Bem Vindaaaaaaaaa
      Obrigadaaaaa, que bom que gostou, assim eu queria saber se é pra divulgar os seus blogs, mas de qualquer forma eu vou divulgar kkkkk
      Beijinhos :*

      Excluir